0

Nenhum produto no carrinho.

Armazenamento e germinação de sementes de hortaliças

Armazenamento de sementes

Armazenamento de sementes

A longevidade das sementes peletizadas pode ser aumentada com o armazenamento das embalagens em geladeiras convencionais. Não armazenar em congeladores. O ideal é manter as sementes em ambientes com temperaturas inferiores a 15°C.

Termodormência

Também conhecida como dormência induzida em alta temperatura, a termodormência pode descrita como a incapacidade de sementes de alfaces germinarem uniformemente em altas temperaturas. Ela pode ser variável conforme a variedade, idade da semente, origem de produção, amplitude térmica, luminosidade e profundidade de semeio.

Tratamento Thermo Easy®

No Brasil, a Rijk Zwaan fornece sementes de alface que receberam o tratamento de priming Thermo Easy®.

Este tratamento proporciona melhor germinação em condições de alta temperatura. Sementes de alfaces em condições adversas podem ser induzidas a termo-dormência afetando diretamente na germinação.

Este tratamento resulta em praticamente nenhum problema relatado em relação à germinação de sementes de alface.

O lado negativo é que esse tratamento reduz a sobrevida das sementes.

Temperaturas de germinação

Temperaturas ótimas para germinação de alface é aprox. entre 16 – 20 °C. Mesmo em temperaturas muito baixas as sementes de alface ainda germinam, entretanto a emergência será mais lenta comparada em temperaturas ideais.

Em temperaturas superiores a 20°C geralmente a taxa de germinação será reduzida, especialmente se a temperatura noturna e as temperaturas diurnas forem superiores ao ideal. A taxa de germinação pode variar conforme a variedade e também com os lotes de produção da semente.

Para as sementes com tratamento Thermo Easy a temperatura ideal para germinação é de 18-22°C. Mesmo em temperatura ideais, alguns outros fatores podem influenciar no processo de germinação como por exemplo, quantia de água, aeração da espuma fenólica ou substrato e amplitude térmica.

È reconhecido que em altas temperaturas pode ocorrer a inibição da germinação com alta ou baixa hidratação da semente. A temperatura durante os primeiros dias após a semeadura é determinante para melhor desempenho germinativo. Em altas temperaturas, a hidratação das sementes é muito rápida o que faz com que a torne propensa a entrar em dormência em apenas algumas horas após a semeadura. Uma vez emitido o radículo da semente, estas não estão mais propensas a dormência.

Etapas que levam à germinação

Etapas que levam à germinação:

 

1: Semeadura

Substratos: pode ser substratos convencionais como turfas, fibras de coco ou em espumas fenólicas. É importante que ele esteja hidratado antes do semeio.

Existem bandejas com mais ou menos volumes de substrato o que irá proporcionar maior ou menor volume das raízes formadas e influenciara no ciclo de cultivo das plantas.

Após o semeio as bandejas ou placas de espuma fenólica devem ser encaminhadas para as câmaras de germinação.

2: Camara de germinação

Muitos viveiros empregam câmaras de germinação escuras, principalmente para quebrar a dormência em sementes normais (isto é, não peletizadas ou com tratamento de priming).

As bandejas devem ser tiradas da sala de germinação um dia após a data de semeio, ou seja, quase 2 dias.

A temperatura na câmara de germinação é normalmente mantida em 18-20° Celsius. Se a bandeja for mantida por muito tempo no escuro na câmara de germinação, ocorrerá o estiolamento do hipocótilo das mudas.

Após o período de quase 48 horas as bandejas devem ser levadas para a estufa. Nós da Rijk Zwaan recomendamos o uso de câmaras/salas de germinação para diminuir a probabilidade de germinação desuniforme, mudas cegas, cabeças múltiplas, que geralmente surgem durante os meses quentes de verão.

Armazenamento de sementes

Deixe um comentário