0

Nenhum produto no carrinho.

Como controlar o oídio em pimentão?

oidio2

O oídio é uma doença favorecida por baixa umidade relativa do ar (<85%), ausência de chuvas ou irrigação por aspersão e temperaturas ótimas entre 20 a 25 °C.

O oídio é uma das principais doenças de pimentão e ataca com maior intensidade em cultivo irrigados por gotejamento, principalmente sob estufa. Cultivos em ambiente protegido, onde as temperaturas diurnas são elevadas e as noturnas são amenas, possibilitam a infecção do patógeno, causando severas epidemias que resultam em acentuada desfolha.  Como consequência, os frutos ficam expostos à queima pela radiação solar, e a planta produz menor número e tamanho de frutos e as perdas na produção podem chegar a 80%.

oidio2

Sintomas
Na fase inicial do oídio, são observadas manchas cloróticas na superfície superior das folhas mais velhas, mas podem também ocorrer nas folhas mais novas. E na parte inferior verifica-se a presença de crescimento micelial branco pulverulento.

Sob condições favoráveis, observa-se intenso crescimento desse micélio e com o progresso da doença as lesões aumentam de tamanho, podendo atingir toda a folha, que amarelece por inteiro e cai.

oidio

Como controlar o oídio?

  • Controle químico: Pulverizações com fungicidas específicos, registrados para a cultura.
  • Evitar plantar nas proximidades de plantas velhas de pimentão;
  • Adubar corretamente as plantas, de acordo com análise do solo;
  • Efetuar o controle da umidade interna das estufas,
  • Destruir os restos culturais logo após a última colheita;
  • Usar materiais resistentes*

O pimentão vermelho SPINEL RZ é resistente a oídio e possui frutos médios. Além disso, as sementes desse pimentão irão gerar plantas mais rústicas, que suportam muitos tipos de estresse.

Deixe um comentário